Todas as Celebrações da semana da Festa e o Domingo inclusive, serão realizadas apenas com a presença das Religiosas de Maria Imaculada e do Coro do Conservatório. Todas terão transmissão televisiva.

Tríduo Preparatório

Terça-feira, 4 de Maio às 19H00

Quarta-feira, 5 de Maio às 19H00

Quinta-feira, 6 de Maio às 19H00

Sábado, 8 de Maio às 16H00

Celebração da Palavra com pregação

Domingo, 9 de Maio às 09H30

Solene Eucaristia presidida por D. João Lavrador, Bispo da Diocese

Segunda-feira, 10 de Maio (Feriado Municipal)

08H00 – Eucaristia

09H00 – Eucaristia

11H00 – Eucaristia

Depois retomaremos diariamente os horários normais das Eucaristias (08H00 e 09H00)

Quinta-feira, dia 13 de Maio

08H00 – Eucaristia

09H00 – Eucaristia

17H45 – Deposição de ramo de flores junto à estátua de Madre Teresa da Anunciada e oração pela sua Beatificação

18H00 – Eucaristia

Notas 

  1. Caso a situação epidemiológica na nossa Ilha melhore, ou seja, que a Ilha passe para a situação de baixo risco, as Celebrações de Segunda-feira em diante já poderão contar com a presença de fiéis.
  2. No dia 11 de Maio, Terça-feira, nas Eucaristias a celebrar faremos memória de São João Paulo II, marcando os 30 anos da sua presença na nossa Ilha.

Capa que cobrirá a Veneranda Imagem do Senhor Santo Cristo durante a semana preparatória das Festas

Completam-se no dia 11 deste mês, 30 anos, sobre a data da visita de São João Paulo II aos Açores, onde esteve nas ilhas Terceira e São Miguel.

O aniversário desta memorável visita, ocorre este ano, precisamente na semana das Festas do Senhor Santo Cristo dos Milagres, que, pelo segundo ano consecutivo não se realizarão, devido à situação de pandemia em que nos encontramos.

No entanto, o Santuário do Senhor Santo Cristo dos Milagres, não querendo deixar de celebrar esta efeméride, decidiu que este ano, a capa que cobrirá a Imagem do Ecce-Homo durante a semana de preparação para a Festa, será a mesma que usou naquele ano, quando Sua Santidade se ajoelhou para O comtemplar, orar, e de onde falou ao coração de todos nós.

Segundo a imprensa local de Maio de 1871, esta Capa foi oferecida pelos Marqueses da Ribeira Grande, à qual atribuíam o valor de um conto de reis.

Os Marqueses da Ribeira Grande, D. Francisco de Sales Maria José António de Paula Vicente Gonçalves Zarco da Câmara e D. Luiza da Madre de Deus da Cunha e Menezes, sua terceira mulher, casaram quatro dias antes de embarcar para esta Ilha, fixando residência em Maio de 1867.

O Marquês, 8º Conde da Ribeira Grande era já viúvo de duas irmãs, filhas do Duque de Cadaval.

Esta maravilhosa capa, recamada de preciosas joias tais como aljôfares, ametistas, brilhantes, diamantes, topázios, esmeraldas e crisólitas, é primorosamente bordada a ouro com um vistoso desenho.

Capa para a Festa 2021

A capa que cobrirá a Veneranda Imagem do Senhor Santo Cristo dos Milagres nos dias festivos e que permanecerá durante o tempo de Verão, é uma oferta da Comissão do Senhor Santo Cristo dos Milagres de Brampton, Canadá. Para além das motivações pessoais de fé e de gratidão dos elementos desta Comissão, a razão desta oferta ao Senhor é para marcar o 15º Aniversário da criação desta por um grupo de devotos naquela Cidade onde se encontram milhares de açorianos.