A Irmandade do Senhor Santo Cristo dos Milagres, em consequência do sucedido a propósito das
Festas do Senhor Santo Cristo dos Milagres deliberou por unanimidade esclarecer o seguinte:
1. A Irmandade do Senhor Santo Cristo dos Milagres tem como atribuições e competências zelar
pela prática do culto do Senhor Santo Cristo dos Milagres.
2. A Irmandade do Senhor Santo Cristo dos Milagres não tem, nunca teve, e nunca terá qualquer
carácter lucrativo, apenas a sua vertente religiosa é a prioridade.
3. A Irmandade do Senhor Santo Cristo dos Milagres é assim uma instituição independente de
quaisquer outras, designadamente de caracter público administrativo e do poder político.
4. A Irmandade do Senhor Santo Cristo dos Milagres, este ano, por mera sugestão do Senhor Reitor
do Santuário e no contexto da não realização das festividades durante dois anos deliberou
por unanimidade a alteração da ocupação do espaço do Santuário, com o único objetivo de proporcionar
aos fiéis o melhor conforto para a prática religiosa, numa envolvência mais profunda e
silenciosa que o culto exige e que a verdadeira fé o impõe.
5. A Irmandade do Senhor Santo Cristo dos Milagres com esta decisão renunciou a um conjunto de
receitas que mais não serviam que liquidar as despesas de iluminação e outras conexas e praticar
um bem social que o faz com descrição e silêncio durante o ano civil, como impõe a ética e o
respeito pelos beneficiados.
6. A Irmandade do Senhor Santo Cristo dos Milagres não se revê noutras condutas que colocam
em crise o respeito pela prática religiosa de uma festa cuja matriz é única e exclusiva a prática
do culto do Senhor Santo Cristo dos Milagres.
7. A Irmandade do Senhor Santo Cristo dos Milagres assim continuará firme no respeito pela fé e
oração ao Senhor Santo Cristo dos Milagres em que a população Açoriana, residente ou não residente,
se revê há séculos.